Quais são os tipos de dor de dentes: saiba identificar

Quais são os tipos de dor de dentes: saiba identificar

21/10/2022 - Por: Alliage

Sabemos que existem vários tipos de dor de dente e que é importante sabermos identificar e falar com precisão sobre a dor que nos afeta e assim facilitar os diagnósticos.

Neste artigo mostramos os tipos de dor de dente, como identificar e o que pode causá-las, entre outras curiosidades.

Quais são os tipos de dor de dentes

tipos de dor de dentes
imagem: pexels.com

Quem já sentiu dor de dente sabe o desconforto que é. São vários os tipos de dor de dente. Tem aquela dorzinha chata de quando tomamos água gelada ou alguma bebida quente até a dor para comer que pode ser aguda e contínua.

Além disso, qualquer tipo de inflamação pode causar um incômodo muito grande e se espalhar por toda boca.

Tem pessoas que aguentam a dor até o último minuto antes de procurar um dentista e isso só acaba piorando a situação. Se automedicar também não vai ajudar, precisa procurar um bom profissional afinal com saúde não se brinca ainda mais a saúde bucal que está ligada diretamente com a autoestima.

Sensibilidade momentânea

Entre os vários tipos de dor de dentes está a sensibilidade momentânea, aquela dor que aparece quando a gente bebe água gelada ou um cafezinho ou até mesmo sucos e frutas ácidas.

Isso acontece quando há deslocamento de gengiva e desgaste do esmalte, a dentina está ligada a polpa onde estão os vasos do dente e nervos fazendo sentir dor no momento que comemos ou bebemos algo quente ou frio.

Sensibilidade após tratamento

A sensibilidade nos dentes se dá após fazer algum tratamento, como a restauração, e é comum sentir desconforto ao beber algo gelado ao mastigar nos primeiros dias.

A boa notícia é que passa logo, mas é bom evitar alguns tipos de alimentos como, doces, alimentos muito duros e escolher bebidas nem muito quente ou geladas.

Mas é bom manter seu dentista informado caso a sensibilidade demore mais de uma semana ou caso você começa sentir alguma dor.

Dor aguda

Tem o tipo de dor no dente que é aguda gerando desconforto que pode aparecer de repente latejante e pulsante e que pode se espalhar para outros dentes ou para face.

Quase sempre relacionada com algum tipo de infecção da polpa dentária que é responsável pela vida longa dos dentes.

Se a dor for recente se chama aguda se persistir por meses é crônica, o essencial mesmo é procurar um profissional o mais rápido possível, esse tipo de dor de dente que se espalha para outras partes pode até ocasionar um ataque cardíaco.

Dor duradoura

Quando a dor de dente não passa, a causa pode ter vários motivos, desde uma cárie ou inflamação no nervo e dor de dente que persiste quase sempre é tratamento de canal.

Mas você pode arrumar maneiras de aliviar a dor e consultar para saber o que realmente tem que ser feito no seu dente. Como por exemplo fazer gargarejo com água morna e sal, ou própolis e chá de alho tem ação anti-inflamatória.

Dor maçante

Entre todos os tipos de dor de dente tem aquela dor maçante que gera desconforto bucal e avisa que tem algo errado. Sintomas como esses podem ser conhecidos como pulpite, conforme o grau de inflamação e a resposta do organismo o dente pode ser tratado no primeiro estágio

Na verdade, a tarefa de saber qual o motivo da dor de dente é um pouco difícil já que existem alguns hábitos de higiene bucal que podem acarretar mais problemas na sua saúde.

O que pode levar ao surgimento da dor?

A dor serve para nos indicar que algo no nosso organismo não está bem, como existem vários tipos de dor de dente existem vários fatores também além da má higiene bucal que causa cárie, existe o desgaste do dente e do esmalte e problemas na gengiva, a má alimentação também é um desde fatores em alguns distúrbios da saúde bucal.

Vamos ver alguns pontos:

  • Desgaste do esmalte

O desgaste do esmalte dos dentes se dá com o tempo e também por uma alimentação muito ácida, se você sente incômodo ao mastigar alimentos duros provavelmente o esmalte do seu dente está desgastado. Permitindo que seus dentes fiquem expostos a trincas, lascas e a presença de cárie.

  • Doenças bucais

As principais doenças bucais que afeta todas as faixas etárias são, halitose o mau hálito, gengivite que é a inflamação da gengiva, cárie, periodontite, saburra lingual, xerostomia( boca seca) , tártaro entre outras.

  • Traumas

Acontece mais com crianças e adolescentes, podem ser desde um simples ruptura no esmalte ou algo permanente, tendo como causa quedas, lutas ou algum tipo de acidente.

  • Maus hábitos bucais

Maus hábitos bucais são aqueles que modificam o crescimento da dentição e enfraquecem a musculatura no caso de bebês que usam mamadeira, chupeta ou o dedo. Mas também está relacionada com a higiene bucal, escovação e idas regulares ao dentista, e hábitos alimentares como comer doces, bebidas alcoólicas em excesso entre outros.

Como tratar o quadro

Mas como manter uma boa saúde bucal e nos livrar de todos os tipos de dor de dente. Vamos entender um pouco de bons hábitos como cuidar da sensibilidade e a diferença entre canal e obturação.

  • Sensibilidade

Umas das causas é o desgaste do esmalte ou encolhimento da gengiva, em casos que você não tem crie e nem fratura nos dentes, a base de tratamento é flúor e aplicação de outros dessensibilizantes escovação e creme dental apropriado e terapia a laser.

  • Obturação e canal

A obturação é feita em dentes com cáries com o objetivo de devolver e garantir a funcionalidade fechando a cavidade para evitar complicações na raiz. Já o tratamento canal é quando acontece a retirada da polpa do dente e esse procedimento é necessário quando a cárie atinge a dentina.

  • Bons hábitos

Bons hábitos dentários devem ser adquiridos desde a infância antes mesmo da primeira aparição dos dentinhos fazendo a higienização das gengivas de maneira adequada. E claro uma boa alimentação com frutas e verduras e o uso do fio dental usar creme dental com flúor, escovar a língua para evitar acúmulo de bactérias e usar enxaguante bucal e idas regulares ao dentista.

F.A.Q

Como identificar onde o dente dói?

Para identificar a dor do dente basta prestar atenção na sensibilidade próxima à gengiva onde ocorre um desgaste e retração perto da raiz.

Como é a dor no nervo do dente?

É uma dor penetrante e a aguda dificultando a mastigação.

Como é a dor do dente inflamado?

Uma dor permanente que lateja e pulsativa causando febre e inchaço no local afetado.

Quando devo me preocupar com a dor de dente?

Em casos em que a dor persiste por meses ela pode ser crônica, quando há presença de inchaço, sangramento ou pus na gengiva.

 

 

 

Foto de Alliage

O Autor

Alliage

Alliage é uma empresa detentora de várias marcas no setor da Saúde, que conta com um know-how de mais de 75 anos de experiência.

Veja mais de "Alliage" >

Leia também: