O que é uma sonda exploradora endodôntica? 5 tipos diferentes

O que é uma sonda exploradora endodôntica? 5 tipos diferentes

08/11/2022 - Por: Samara Sampaio

A sonda exploradora endodôntica, é basicamente um instrumento que serve para dar o entendimento de toda a anatomia de uma câmara pulpar dos dentes que vão receber o tratamento. A sonda exploradora é de grande ajuda na fase inicial do tratamento, pois é aqui o momento em que as brocas causam perfurações durante a procura por canais, o que é relativamente comum.

Para que a sondagem tenha eficácia, é necessário que sejam usadas sondas especificas para cada ocasião. As pontas devem ser finas, bem afiadas e resistentes, a seguir falaremos melhor sobre a sonda exploradora, confira!

Para que serve a sonda exploradora endodôntica

A sonda exploradora possui duas pontas, que servem para detectar falhas nos dentes. A sonda exploradora possui uma das pontas em formato de gancho, esse formato ajuda na exploração da anatomia dental, a fim de detectar cáries ou qualquer outro tipo de falha estrutural.

Sendo muito utilizada no cotidiano do dentista, ela era muito exigida há algum tempo atrás para exploração de presença de cáries na cavidade dental localizado no esmalte do dente.

Quais as melhores marcas de sonda exploradora endodôntica

Como a sonda exploradora endodôntica é muito utilizada pelos dentistas, é comum existirem diversas marcas no mercado. Cada modelo, é claro, possui sua especificidade quanto aos formatos e número de gancho. Sendo um modelo específico para cada uso.

sonda exploradora endodontica

Sonda exploradora Golgran

A sonda exploradora endodôntica da Golgran é bastante indicada nos procedimentos odontológicos. Ela serve para verificar caso tenha existência de cáries na cavidade e retenção mecânica no processo de restauração dos dentes.

Sonda exploradora Ice

É indicado para ser utilizado por dentistas e médicos. Ela auxilia em procedimentos e cirurgias.

Sonda exploradora Fava

São instrumentais que auxiliam na hora de distinguir a lisura na superfície dental e identificar se o dente está ou não cariado.

Sonda exploradora Hu-Friedy

Essa sonda exploradora endodôntica é feita de Duraspond, uma liga metálica oficial que possui flexibilidade e resiliência para diagnósticos de alta precisão.

Sendo indicada para explorar canais endodônticos.

Sonda exploradora Quinelato

É uma sonda utilizada para sondagem de lesões causadas pela cárie, que auxilia também na entrada do canal radicular.

Qual é a função da sonda exploradora?

A sonda exploradora endodôntica tem como função fazer a detecção das falhas na estrutura denta pol. Ela possui uma ponta em gancho servindo para explorar a anatomia dental e fazer a análise de falhas como cáries e fragmentos.

Há alguns anos, dentistas utilizavam o explorador para diagnosticar cárie no esmalte dos dentes. Profissionais e especialistas de Odontologia têm questionado esta prática odontológica. Tal questionamento ocorre quando a cárie se inicia no esmalte do dente, durante o processo de desmineralização. Isso pode causar uma mancha de coloração esbranquiçada no dente impossível de determinar com a sonda exploradora.

Quando a sonda exploradora é útil

A sonda exploradora endodôntica se usada no momento certo pode ser muito útil. Ela tem como objetivo conferir a lisura como informamos acima. Também, ela minimiza a nova adesão bacteriana e favorece a cicatrização de todo tecido principalmente na região do epitélio juncional.

Esse epitélio juncional se junta ao dente através do que é chamado de união hemidesmossônica e esses hemidesmossomos tem melhor aderência a superfícies lisas e polidas.

E é nesse momento que a sonda exploradora aparece como sendo excelente para conferências, além da presença, quantidade e distribuição de cálculo e a lisura final da superfície raspada.

Para que serve a sonda de Rhein?

A sonda exploradora endodôntica é um instrumento muito importante para toda a compreensão da anatomia da câmara pulpar dos dentes que vão ser tratados endodonticamente. Vão desde a sondagem de teto da câmara, até a busca das embocaduras nos condutos, sendo este um instrumento que presta auxílio nesta fase inicial do tratamento.

Existem riscos ao usar esse equipamento?

Em alguns casos os dentistas apontam que usar um explorador dental para localizar as cáries pode ser um erro. Isso porque a cárie, quando no início, pode não demonstrar nenhuma falha na estrutura dos dentes.

Porém, ao passar a sonda exploratória na região de interesse, que já está frágil, a ponta afiada ajuda a criar uma falha no esmalte, o que torna mais rápido o processo de formação da cárie.

Assim, muita gente não recomenda essa atividade. Os especialistas sugerem que sejam feitos exames de radiografias para identificar o problema.

E mesmo sendo possível de danificar o elemento dental, alguns dentistas mostram que a sonda exploradora é a única forma de identificar alguma possível falha no dente.

É errado utilizar?

Não! Mesmo com todo esse conflito de opiniões entre os profissionais dentistas, seu uso não é proibido. Ainda que não seja usada para a identificação de cáries, há diversos usos para a sonda exploradora.

Quais os cuidados com a sonda exploradora

Como a sonda não é um descartável, se faz necessário uma higienização completa de todo o equipamento antes de usá-lo novamente. O dentista jamais deve usar o mesmo material em mais de um paciente seguido.

É necessário que se faça a esterilização utilizando uma autoclave. Fique atento se seu cirurgião-dentista retirou a sonda exploradora de uma embalagem esterilizada.

Você pode inclusive solicitar que seja mostrada a data na embalagem: ela evidencia quando foi feita a esterilização do produto.

Foto de Samara Sampaio

O Autor

Samara Sampaio

Cirurgiã-dentista e mestre em ciências odontológicas (UNIFAL-MG). Especialista de Produtos da área de peças de mão e periféricos na Alliage.

Veja mais de "Samara Sampaio" >

Leia também: