Radiografia dos dentes: veja como funcionam os diferentes tipos de exame

Radiografia dos dentes: veja como funcionam os diferentes tipos de exame

24/10/2022 - Por: Ademar Junior

A radiografia dos dentes é um procedimento de imaginologia, ciência que estuda as estruturas internas dos dentes a partir de imagens que vem revolucionando os diagnósticos e tratamentos odontológicos atuais.

Esse tipo de procedimento é indicado para diversos pacientes, desde aqueles que sofrem com dores até os que estão em busca de exames de rotina e é essencial para diagnosticar certos tipos de doenças, como as cáries interproximais, que são difíceis de serem identificadas a olho nu.

Nesse artigo você descobrirá informações relevantes acerca da radiografia dos dentes e entenderá quais tipos de radiografias existem e para que servem.

Quais são os tipos de radiografia dos dentes?

Os principais tipos de radiografias dos dentes, são:

  • Radiografia panorâmica;
  • Projeção cefalométrica lateral;
  • Radiografia Interproximal;
  • Saliografia;
  • Radiografia Oclusal;
  • Tomografia computadorizada.

As radiografias dos dentes se dividem entre os procedimentos intrabucais, realizados dentro da boca, e extrabucais, realizados na parte de fora.

Assim, alguns são capazes de registrar alguns dentes, já outros, a arcada dentária completa com os ossos maxilares e mandibulares.

Qual a importância da radiografia na Odontologia?

radiografia dos dentes
imagem: pexels

O procedimento de radiografia dos dentes é muito importante para o diagnóstico de diversas alterações e enfermidades presentes na dentição do paciente. Assim, auxiliam na identificação do método de tratamento e permitem o acompanhamento dos pacientes em recuperação.

Através de uma radiografia dos dentes, o dentista pode identificar patologias como:

  • Cáries interproximais;
  • Perda óssea;
  • Fraturas ou perfurações.
  • Infecções;
  • Cistos e determinados tipos de tumores;
  • Abcessos na raiz dos dentes ou entre a gengiva e o dente;
  • Inflamação na polpa, entre outros.

Além de patologias, a radiografia dos dentes pode auxiliar o ortodontista na implementação de aparelho e colocação de prótese dentária.

Em síntese, os procedimentos radiográficos odontológicos são fundamentais para que o dentista veja a estrutura interna que compõe a boca do paciente, e para que o mesmo identifique dentes emergidos e inclusos na dentição, podendo efetuar o tratamento de forma muito mais eficaz e personalizada.

Quais os principais tipos de radiografia odontológica?

Existem dois principais grupos que compõem a radiografia odontológica: os intraorais e extraorais. No caso dos intraorais, o filme é colocado dentro da boca do paciente e a imagem formada contém o máximo de detalhes possíveis da região registrada.

Já no caso dos exames extraorais, o filme radiográfico fica posicionado no exterior da boca e é capaz de capturar grandes áreas.

Nesse sentido, os exames de caráter intraoral são os mais realizados no dia a dia das clínicas de odontologia.

Confira na lista a seguir, as características de cada tipo de radiografia dos dentes!

Panorâmica

Como o próprio nome sugere, a radiografia panorâmica é responsável por criar um panorama da boca do paciente, gerando assim uma imagem geral da arcada e ossos que compõem a face.

Para isso, as imagens são registradas por um aparelho que realiza um movimento circular ao redor da cabeça. Então, uma imagem rica em detalhes evidencia todas as estruturas internas que compõem o sorriso do mesmo.

Esse tipo de exame é muito utilizado nos casos de colocação de aparelho ortodôntico, devido a sua capacidade de registrar todos os dentes em uma única imagem.

A radiografia dos dentes no formato panorâmico demora de 3 a 5 minutos para ser realizada, e não exige preparação prévia para o paciente, além de ser completamente indolor.

Projeção cefalométrica lateral

A projeção cefalométrica lateral é um exame extraoral que registra a lateral da face do paciente, mostrando assim a posição dos dentes e da mandíbula.

É um tipo de radiografia dos dentes muito utilizada por ortodontistas, para implementação de aparelhos e próteses, assim como para identificação de dentes impactados e problemas de ATM (articulação temporomandibular).

Interproximal

As radiografias interproximais auxiliam na observação de estruturas entre os dentes, sendo muito utilizada para diagnosticar cáries em seu estado inicial, por exemplo.

É um tipo de exame intrabucal que pode ser solicitado como rotina, e ajuda o dentista a avaliar áreas que seriam impossíveis de serem visualizadas a olho nu.

Assim, permite que cáries escondidas sob restaurações antigas sejam evidenciadas e que a comparação das estruturas ósseas dos dentes denuncie algum tipo de alteração.

Sialografia

O exame de sialografia é o menos comum, quando o assunto é radiografia dos dentes. Isso porque o mesmo permite que o dentista visualize as glândulas salivares.

Para isso, o mesmo injeta uma substância que promove a salivação e depois realiza o exame para identificar se as glândulas estão funcionando normalmente ou não.

Esse tipo de exame é fundamental para a identificação da síndrome de Sjogren, um tipo de condição que deixa a boca seca e acaba promovendo o aparecimento das cáries.

Oclusal

A radiografia dos dentes em caráter oclusal, se refere ao exame intrabucal utilizado para analisar fraturas, acompanhar o crescimento e desenvolvimento em crianças, diagnosticar cálculos salivares e planejar tratamentos ortodônticos.

Isso porque é responsável por capturar imagens do posicionamento dos dentes de forma ampla. A radiografia oclusal permite avaliar a posição de raízes residuais, dentes inclusos (siso) e dentes supranumerários (excedentes).

Tomografia computadorizada

O exame de tomografia computadorizada é responsável por registrar a arcada do paciente de forma tridimensional. Assim, além de avaliar as imagens no computador, ainda é possível enviar as informações para uma impressora 3D que irá imprimir um modelo físico.

Outra modalidade deste procedimento é a tomografia computadorizada de feixe cônico, que admite o registro de toda a cabeça do paciente e permite a identificação da arcada, dos tecidos moles, dos nervos e ossos.

Quando o dentista pode solicitar um exame de radiografia?

As situações nas quais o dentista pode solicitar uma radiografia dos dentes são variadas.

Assim, o pedido pode ser feito devido a preparação para algum procedimento cirúrgico, nos casos de implementação de aparelho ortodôntico, para a investigação de queixas do paciente, a procura de cáries, tumores, inflamações pulpares, para avaliações de rotina, entre muitos outros.

Foto de Ademar Junior

O Autor

Ademar Junior

Administrador. Mestrando em administração. MBA em gestão empresarial. Especialista de Produtos da área de Imagem na Alliage.

Veja mais de "Ademar Junior" >

Leia também: