Limpeza de dente com ultrassom: como funciona esse procedimento?

Limpeza de dente com ultrassom: como funciona esse procedimento?

08/11/2022 - Por: Samara Sampaio

A limpeza de dente com ultrassom é um procedimento de profilaxia muito importante para evitar possíveis patologias como é o caso da gengivite. Essa patologia é considerada uma doença de saúde bucal muito comum e acomete muitos pacientes em todo o país.

De modo resumido, a gengivite é caracterizada por uma inflamação na gengiva decorrente do acúmulo de placa bacteriana entre os dentes e a gengiva. Com o não tratamento ou eliminação dessa placa bacteriana, ela pode se calcificar e formar os famosos cálculos dentais ou tártaros.

Normalmente, a gengivite está relaciona com a má higiene da cavidade oral o que resulta em acúmulo de resíduos alimentares na superfície dos dentes e nos espaços entre eles.

Apesar de parecer ser algo simples, é muito importante fazer o correto tratamento da gengivite, pois quando não tratada de forma eficiente ela pode evoluir para quadros patológicos mais graves.

Nesse artigo iremos mostrar o que é a limpeza de dentes com ultrassom, como ela funciona e também os principais riscos da gengivite para que você possa procurar seu dentista e começar com os devidos cuidados hoje mesmo.

O que é a limpeza de dente com ultrassom?

A limpeza de dente com ultrassom é uma técnica realizada pelos cirurgiões dentistas para fazer a correta higienização dos dentes e da gengiva.

Nesse procedimento é utilizado um equipamento chamado de ultrassom odontológico que serve para limpar toda a cavidade bucal. Esse equipamento pode vir associado a um jato de bicarbonato que favorece ainda mais suas funções.

A limpeza dos dentes com ultrassom é feita através da vibração que o equipamento proporciona e dessa forma consegue eliminar todos os resíduos presentes na cavidade oral. Além de ter a enorme vantagem de eliminar os resíduos da cavidade oral, as vibrações do ultrassom são imperceptíveis para os seres humanos.

O ultrassom faz uso de ondas mecânicas, acústicas, eletromagnéticas e longitudinais que são capazes de percorrer toda a superfície do dente de forma segura e confortável para o paciente.

Como é feita a limpeza dos dentes com ultrassom?

O processo de limpeza dos dentes com ultrassom é auxiliado pelo jato de bicarbonato de sódio que é capaz de potencializar seus efeitos. Esse jato é lançado em alta velocidade nos dentes e dessa forma consegue alcançar as áreas mais remotas entre os dentes e a gengiva.

Para completar a limpeza dos dentes, o profissional adiciona flúor ao procedimento e assim todas as estruturas da cavidade oral são protegidas dos famosos tártaros.

O funcionamento do ultrassom acontece basicamente através das vibrações que ele produz, que são capazes de remover as placas bacterianas com cuidado e precisão.

Após as vibrações do ultrassom removerem todos os resíduos dos dentes e gengiva, o profissional deve enxaguar a boca do paciente para terminar de remover as impurezas contidas na cavidade oral. Ele também pode fazer uso do jato de bicarbonato de sódio que consegue remover os resíduos de locais de difícil acesso, devido as altas velocidades de lançamento que ele alcança.

Limpeza de dente com ultrassom

A limpeza dos dentes com ultrassom possui muitos benefícios para os pacientes e os principais deles podem ser citados a seguir:

  • Resultados eficientes e seguros: as vibrações e alta pressão do jato de bicarbonato são capazes de atingir todas as áreas da boca e consequentemente são capazes de proporcionar resultados benéficos em muito eficazes para os pacientes.
  • Durabilidade dos instrumentos: a limpeza dos dentes com ultrassom aumenta muito a durabilidade dos equipamentos pois não os desgasta.
  • Procedimento mecânico: esse tipo de limpeza dispensa o procedimento manual e dessa forma é muito mais rápido e eficiente.

Gengivite: seus riscos para a saúde bucal e para o coração

Agora que você já sabe o que é uma limpeza de dentes com ultrassom certamente deve se perguntar em quais ocasiões ela é usada.

Os casos de gengivite são os mais beneficiados com a limpeza dos dentes, porém você precisa conhecer todos os sinais e sintomas para saber quando procurar por ajuda odontológica.

O início da gengivite é caracterizado por vermelhidão, inchaço e sangramento que ocorre quando o fio dental é usado. Apesar de parecer ser um problema simples, a gengivite pode levar à perda óssea e também ao comprometimento das estruturas adjacentes.

Além da perda dentária, as inflamações da gengiva estão diretamente ligadas com as patologias do coração. Isso acontece, pois, as feridas decorrentes da gengivite podem ser uma porta de entrada para bactérias que podem se alojar nas artérias do coração, evoluir para patologias graves e deixar sequelas irreversíveis.

Conheça o ultrassom e a raspagem para tratar a gengivite!

Como é de se esperar, a gengivite pode ser facilmente evitada se você fizer a correta higienização da cavidade oral. Uma boa escovação associada ao uso correto da escova e do fio dental são a melhor maneira de se evitar esse tipo de patologia.

Entretanto, caso a patologia se instale, você precisa procurar pelo cirurgião-dentista para que o mesmo possa solucionar o problema com algumas técnicas específicas da Odontologia.

O ultrassom é com certeza um tipo de tratamento muito eficaz para a profilaxia dentária e você deve ter o costume de visitar seu dentista com frequência a fim de se evitar possíveis complicações.

Já a técnica de raspagem tem os mesmos objetivos do ultrassom, porém consiste em remover a placa bacteriana ou tártaro de forma manual utilizando um equipamento chamado cureta.

Em ambos os casos, você deve procurar seu dentista de confiança, pois cada paciente precisa ser analisado de forma individual para que os resultados sejam precisos e eficazes.

É importante saber da existência dos dois métodos de tratamento, pois em alguns casos o ultrassom não pode ser utilizado. Um desses casos são os pacientes que fazem uso de marca-passo, pois as vibrações do ultrassom podem alterar o ritmo do aparelho que controla o coração.

Todos os pacientes podem realizar esses tratamentos?

Como mencionamos, a raspagem é uma técnica que pode ser realizada por todas as pessoas. Já o procedimento de limpeza dos dentes com ultrassom não tem as mesmas indicações e alguns grupos específicos de pessoas são contraindicadas para seu uso.

A técnica de ultrassom é contraindicada para os pacientes que possuem marca-passo, pois as vibrações usadas para eliminar os resíduos dos dentes, pode alterar completamente o seu ritmo normal.

O importante é que você faça visitas regulares ao seu dentista para que ele possa avaliar sua condição bucal e dessa forma te orientar sobre os melhores tipos de tratamento para gengivite, tártaro e outras patologias odontológicas.

Além disso, você deve manter uma boa higiene bucal fazendo o uso correto da escova de dentes e do fio dental e dessa forma manter os dentes sempre limpos e saudáveis.

Foto de Samara Sampaio

O Autor

Samara Sampaio

Cirurgiã-dentista e mestre em ciências odontológicas (UNIFAL-MG). Especialista de Produtos da área de peças de mão e periféricos na Alliage.

Veja mais de "Samara Sampaio" >

Leia também: